[fic] Jantar em Wonderland

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[fic] Jantar em Wonderland

Mensagem  Cheshire Cat em Dom Out 10, 2010 8:48 pm

Autora: Ai-chan
Fic participante do concurso dos reinos

As luzes acendem, iluminando um grande palco. Em volta não há nada além de uma platéia de apenas uma pessoa. No centro, uma mesa de madeira grande com vários pratos, copos, talheres e comidas.

- Olá, pessoal. - a garota da platéia acena para a câmera, animada. - Aqui está sua apresentadora, Ai-chan! - sorri. - E ali estão nossos caros amigos para mais um episódio de Secrets of Wonderland. - aponta. - Por enquanto, observem. Isso será divertido. - ela se encosta na cadeira segurando uma bacia cheia de pipoca.

Todos já estavam sentados na mesa, porém ninguém movia-se. Uma pessoa fez um movimento corajoso, prestes a pegar um pedaço de frango, mais foi repreendida por duas garotas.

- SUA MALUCA! - gritaram, arrancando o garfo da mão dela. - Quer morrer?! A Temari pode mandar decaptarem você! Todos sabem que sem a presença dela, o jantar não pode começar! - uma se chamava Miki. A outra, Suu.

- Mas... Mas! - fez cara de choro. - Pepe quer comer! PEPE QUER COMER! - começou a berrar.

- Calada, súdita! - o rei olhou irritado para ela. - Em nome do rei, FIQUE QUIETA!

- Como se alguém ouvisse você, nya. - riu um garoto com orelhas de gato.

- Retire o que disse! Você não tem direito de dizer nada sobre mim, Yoru! - cerrou os dentes.

- Mas é pura verdade, nya. - apontou para todos na mesa. Ninguém prestava atenção em Kiseki, apenas conversavam entre si.

- Mas hein... - ficou vermelho de raiva. - SEUS...!

- Você devia enxergar a verdade. É um i-nú-til. - riu Iru, uma garota com asas demoníacas e dentes afiados.

- Um inútil de coroa! - Yoru começou a rir alto.

Passos foram ouvidos e, num piscar de olhos, na cadeira da rainha estava Temari, sorrindo docemente.

- Não precisavam me esperar para iniciarem o jantar. - ela olhou para todos, que se calaram.

- N-Nós adoramos comer na presença de sua majestade. - respondeu Pepe. Ela começou a suar frio e a tremer, esperando a resposta de Temari.

- Fico feliz em saber disso. - alargou o sorriso.

- Adoram mesmo? Porque agora pouco... - Kiseki quase soltou um grito quando Temari quase acertou a mão dele com uma faca. - O que?! - olhou pasmo para ela.

- Eu ainda NÃO terminei de falar. - encarou-o com uma aura negra.

Kiseki se encolheu na cadeira, calado. Nem mesmo Yoru ou Iru debocharam dele, pois Temari ainda estava no estado “mordo o primeiro que falar”.

- Ok. - sua aura negra sumiu tão rápido quanto um raio. - Vamos comer? - sorriu, “desfincando” a faca da mesa. Silêncio. - Vamos comer? - dessa vez, seu olhar se tornou sombrio e todos balançaram a cabeça freneticamente em sinal de sim.

Pepe encheu seu prato com porcarias e, se tratando dela, ela encheu mesmo. Ran e Daichi, que estavam na outra ponta da mesa, disputavam para ver quem terminava de comer mais rápido. Miki estava desenhando seu prato, por isso ainda nem havia tocado na comida. Kiseki não mexeu um dedo depois de quase perder a mão inteira, parece que perdeu o apetite. Kusu Kusu e Eru fizeram uma escultura de purê de batata com um coração de marshmallow na ponta, aparentemente sem motivo algum.

- Ei! - Yoru tirou o pedaço de presunto da bochecha. - Ah... Você pediu por isso, nya! - pegou um brócolis e jogou em Iru, acertando a testa da mesma. - Nyahahahaha! - riu.

- Agora é guerra! - Iru pegou uma torta e jogou em Yoru.

- Errou, errou! - mostrou a língua depois de desviar da torta.

- Que sujeira, desu! - Suu limpou o rosto com o guardanapo. - Não se deve brincar com a comida, desu! - levantou, irritada, e jogou água em Iru e em Yoru.

- Minhas roupas ficaram encharcadas! - Iru olhou com raiva para Suu. - Você vai pagar por isso!! - esbravejou, também levantando.

- Ih... Vai dar briga. - Dia olhou preocupada.

- De novo? - Miki nem sequer tirou os olhos do desenho que estava fazendo.

- Hihihihi... Briga! Briga! - Kusu Kusu riu.

- GANHEI! - Ran deu um pulo com os olhos brilhando.

- Ah... - Daichi fez uma cara de derrota, deitando a cabeça na mesa.

Kiseki olhou ao redor, aquilo estava virando uma bagunça. Virou a cabeça para encarar Temari. Vê-la explodir seria assustador.

- Toma essa! - Iru jogou dois pedaços de peixe em Suu.

- Ah, desu! - ela se jogou para o lado a tempo.

- Hunf. - Musashi, que até agora não havia entrado na briga, puxou sua espada e cortou o pedaço de peixe em dois antes que ele acertasse-o. Estaria tudo bem se ele tivesse visto o outro pedaço, que atingiu o rosto dele.

- Ei, o que está acontecendo aqui? - Ran olhou confusa para todos, porém antes de poder tirar conclusões, foi acertada por um mousse de chocolate. - Não gostei disso! - agarrou um sanduíche e lançou-o, sem se importar com a direção que ele ia.

- AI! - Pepe massageou o braço e tirou uma fatia de tomate dele. - Quem jogou isso?! A Pepe ficou brava agora, dechu! - pegou uma coxa de frango e usou-a como taco de baseball, rebatendo toda a comida que vinha em sua direção.

- ESSA NÃO!!! - Eru gritou aterrorizada quando uma azeitona atingiu sua escultura de purê.

Ninguém parou para prestar atenção, mas o purê começou a cair. Quando ele atingiu a mesa, o coração de marshmallow que estava no topo saiu voando. E parou na cara de Temari.

- Deus nos acuda... - Dia arregalou os olhos.

Silêncio. Parecia até que eles estavam brincado de estátua, ninguém se mexia. Alguns seguravam comidas, outros usavam o prato como escudo. Mas nenhum deles, ninguém mesmo, ousou sequer respirar. Todos começaram a suar frio quando o marshmallow caiu na mesa e revelou a face da furiosa rainha, Temari.

- Pois éééé... - Ai-chan aparece do nada. - Para não traumatizar ninguém, curtam essa cena enquanto esperamos o clima de tensão passar na mesa de jantar de Wonderland. - sorriso colgate.

A imagem atrás da apresentadora muda e ela logo sai de cena. Tudo mudou para um cenário mais calmo, pássaros cantavam, a luz do Sol encontrava pequenas frestas entre as folhas para atingir o chão. No meio da floresta, em uma casa pequena, sete pequenas “pessoas” se despediam de uma bela moça.

- ESPERA AÍ, SHINKU!! - Jun berrou com o rosto todo vermelho. - POR QUE ESTOU DE VESTIDO?!!?? - apontou, um pouco envergonhado, para o vestido branco, azul e vermelho.

- Quieto. - Shinku suspirou. - Agora comporte-se, Jun de Neve. Nós, as Rozen Ma... Quer dizer, as sete anões, iremos partir para o Alice Gam... Digo, para a mina.

- Siim. Limpe toda a casa, viu, chibi-humano? - Suiseiseki deu as costas para o garoto e começou a andar.

- Quero comer Ichigo Daifuku quando voltar! - Hina Ichigo foi atrás de Suiseiseki.

E assim foram Shinku, Suiseiseki, Souseiseki, Hina Ichigo, Kanaria, Kirakishou e Barasuishou para a mina coletar pedras preciosas.

Mais tarde, enquanto Jun de Neve limpava a casa, alguém bate na porta.

- Já vou! - Jun abriu a porta e se deparou com uma... Moça pálida de vestido e asas negras. - S-Suigintou? - pensou, pasmo.

- Olá, minha cara.... - imitou a voz de uma velhinha.

- Mas que raios... - pensou Jun, ainda pasmo.

A cena é cortada e Ai-chan aparece toda feliz e aparentemente estava rindo muito.

- Então... Haha... Agora vamos ver como está a situação ali em Wonderland... - tentou parar de rir enquanto falava.

A mesa estava toda suja, algumas pessoas estavam em cima dela, outras embaixo e o resto sentado nas cadeiras, totalmente paralisados. Temari estava sentada em sua cadeira com um sorriso nos lábios, como se nada tivesse acontecido. O som de uma campainha é ouvido.

- Oh, deve ser a pizza que eu pedi. - Temari levantou e foi até uma porta que, na verdade, não estava lá no começo.

- Err... Foi daqui que pediram uma pizza de calabresa com queijo extra? - um rapaz olhou para a mesa e sentiu uma grande vontade de fugir.

- Foi sim. - Temari sorriu. - Quanto lhe devo?

- São vinte e três pratas. - respondeu a moça ao lado do rapaz.

- Claro, esperem um pouco. - deixou-os ali por um tempo antes de voltar com duas notas de dez, uma de dois e outra de um. - Aqui está. Vinte e três. - entregou a ela.

- Agradecemos pela preferência. - sorriu, pegando o dinheiro e entregando uma sacola com uma garrafa de refrigerante.

Temari sorriu e fechou a porta. Por um tempo, pode-se ouvir a conversa dos dois.

- Viu? Foi fácil, Ruke-kun!

- Nunca mais venho fazer entregas aqui. - ouve-se um suspiro. - Da próxima vez, você virá sozinha, Vivant-chan.

- Pode molhar as calças agora, Ruke-kun. Ela não está mais olhando.

E então, o silêncio de novo.

- E assim acaba mais um episódio de Secrets of Wonderlad! - Ai-chan se mete na frente da câmera de novo. - Obrigada e tchau! - as luzes se apagam e tudo fica escudo.


olá, eu sou um gato e a alice me serve. eu sou uma alice e o gato me serve. olá.
avatar
Cheshire Cat
Admin
Admin

Mensagens : 336

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum