[fic] Dream World

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[fic] Dream World

Mensagem  Cheshire Cat em Dom Out 10, 2010 8:45 pm

Autora: Anny Sakamoru
Fic enviada para concurso dos reinos

Esperar...
Ânsia...
Agonia...
Ambos são sinônimos a partir de quando a desilusão começa a aparecer.
Vida simples, longas lagrimas ao decorrer do sonho que tive essa noite, não, foram pesadelos, sonhei com um pequeno reino subterrâneo, aquele gato, diversos lugares novos estive, mais quando ela desapareceu, triste foi aquele momento. Alguns achariam uma aventura, mais eu penso como: Um pesadelo!!

Capitulo 1 – Mundos diferentes a se alcançar: Realidade ou Sonho?

- Acorde!! Acorde!! – dizia o despertador repetindo isso varias vezes
- Tenho que mudar esse alarme – Falo bocejando e me espreguiçando – Mais. Cadê as meninas? – vejo as horas 9:30 e saio correndo para a cozinha super atrasada –Aaah!! Por que hoje elas não me acordaram?
Descendo as escadas, ouço três vozes gritando “Amu-chan!!!” e logo as reconheço
Desço mais rápido com vontade de esmaga-las por terem mexido no despertador e não terem me acordado, e ainda, desço esquecendo que elas só poderiam estar ali sabendo que a Ami não esta lá, esqueço completamente que elas nunca iam se torturar.
- Vocês!! Por que não me acordaram??
- Por que é sábado!! Oque vai fazer na escola? – fala Ran com medo de ser punida
- É mesmo!? – Falo enquanto miki e su capotam sobre a mesa onde estão fazendo um bolo – Mais então cadê Ami?? Ela costuma acordar tão cedo dia de sábado, e me acordar também.
- Também não sabemos mais seus pais estão dormindo – Fala Miki com tom de alivio
- Como você se sente aliviada sabendo que Ami não esta aqui?? – Falo morrendo de medo onde Ami esteja, abro a porta e saio de pijama mesmo até a casa de Tadase-kun

- enquanto isso -


- Utau-chan!! Cadê você?? Quero ouvir sua musica!! – Ami diz enquanto caminha com uma roupa de exploradora – Em?? – Ami percebe que esta perdida e começa a sentir vontade de chorar.
Nesse momento, Ami-chan vê algo passando por entre a mata, então logo esse “tal negócio” para de se movimentar, e do ângulo que estava, ela simplesmente podia ver as orelhas de gato do tal ser, que ela já pensava ser um gato.
- Neko-kun, Vem cá!! Vem neko! – Nesse momento o suposto gato começou a se mover, Ami só foi velo claramente assim que ele deu um pulo na árvore.
- Aaaah!! Você é o namorado da minha irmã!! – Ami falava enquanto tentava subir na arvore, oque não parecia difícil pra ela – É aquele que tem um gatinho do lado!! Foi você que estava com a Utau-chan!! Pode-me dizer onde ela esta?? Eu quero ouvir uma musica!! – O gato continuava mudo – Já sei!! Seu nome é Iguto!! – Ami finalmente consegue subir e se segurar no primeiro galho q n estava na sua altura – Dessa aqui para nós conversar Iguto – Nesse momento o suposto “Iguto” que Ami falava (ikuto) pulou da arvore e sumiu no ar nisso Ami já tinha subido bastante da árvore.
Após o sumiço do suposto Ikuto, ami se vê numa situação difícil, onde estava pendurada num galho alto, que estava prestes a cair, e não tinha mais ninguém para salva-la, então Ami fechou os olhos e começou a gritar-me (“Onee-chan!!”) bem alto, Ami ficou um bom tempo caindo, mais ela nem tinha percebido, ela simplesmente achava que tinha morrido, quando conseguiu coragem para abrir os olhos, se viu num grande buraco, caiiiiiiiiiindo, olhava para cima e já não via as árvores. Nesse momento, uma borboleta aparece acompanhando Ami, ela estranhava por que aquela borboleta caia junto dela, não tinha sentido ela ser acompanhada por uma borboleta naquela velocidade, assim, Ami olha para o chão e se vê em terrar firme, olha para os lados, e já não estava no mesmo lugar, as únicas coisas que não tinham mudando era a borboleta e a sensação agoniante de está caindo.
O silencio pairava, até que Ami avistou algo redondo sentado em um muro, logo a menina curiosa foi lá ver.
- Yo!! – Ami ainda não tinha visto oque era por completo – Você sabe onde – Ami não conseguiu terminar a frase, pois logo que viu um “tamago-san” deu um pulo para traz e caiu.
- Olá menininha!! – O “Tamago-san” falou
- Quem é você?? Nee-chan falou que ovos só se mechem depois que viram pintinhos!! – Ami falou se levantando e se ajeitando
- Eu sou Humpty Dumpty – Falou o Tamago-san - E sua Nee-chan falou besteira, não esta vendo que estou andando??
- Nee-chan não conta mentira!! – Ami fala dando língua para o ovo e saindo correndo a procura do “Iguto”.
Humpty Dumpty foi começando a se afastar, não se via mais ele, Ami não teve coragem nem de perguntar onde o gatinho foi, Ami simplesmente correu para dentro da floresta, mais após um tempo correndo, lembrou-se dos ensinamentos de Miki, Ran e Suu, lembrando assim que Charas nascem de avos do coração e logo pensa “Quando voltar, vou disser a minha Onee-chan que estive no mundo do sonhos” os olhos de Ami brilhavam. Após bom tempo, Ami andou sem se cansar, a disposição dela era grande, mais logo que se cansou, achou uma casa onde havia dois seguranças e logo Ami foi lá.
- Olha – Ami já havia percebido que ambos eram sapos – Queria notificar que estou perdida – Ami falava como se eles fossem alguns seguranças de lojas ou supermercados, e os sapos se entre olharam e cada um colocou uma peruca sem falar nada – Não irão fazer nada??
- Pode entrar menininha – Falou o sapo da esquerda com um tom ríspido, nesse momento ambos os sapos se cumprimentaram e saíram abraçados.
- Okay!! – Ami foi entrando na casa abrindo as portas procurando por comida – Tadaima!! – Ami começa a espirrar depois de dizer isso, e percebeu o cheiro de pimenta, quando prestou mais atenção, havia uma grande e estranha pessoa sentada a uma cadeira e o ikuto do lado, ao colo da mulher, estava uma porca muito arrumada, com vestido para festa, nesse momento Ami teve que rir, pois nunca na sua vida viu ou ira ver novamente um porco vestido elegantemente que nem aquele – Mulher. Poderia me ajudar a voltar para casa?? – Nesse instante Ikuto pula para fora da casa, aproveitando que a porta ainda estava aberta.
- Não deveria te ajudar! Não sabes preparar um porco com pimenta!! – Ami nada entendeu, mais continuou lá – Pelo amor de deus, quem deixou essa menina entrar aqui??
- Os seguranças! – Fala Ami confiante que não iria errar a resposta.
- A moral disso é que, não se pode fazer algo bem feito se não é você que faz. – duquesa levantou deixando o porco no chão e foi enxotando Ami dali. Então o porco aproveitou para fugir.
Finalmente o Ikuto chegava perto de Ami, Se esfregava por ela como se fosse um verdadeiro gato, assim abriu um longo sorriso e começou a desaparecer bem devagar enquanto conversava com a menina:
- Olá!!- Disse ikuto sumindo devagar.
- Iguto!! Ajude-me a voltar para casa!? – Ami falou abraçando o pobre gatinho, ela estava preocupada com ele sumindo daquele jeito.
- Claro!!
Uma ventania se formou, trazendo com o vento poeira, Logo que a poeira passou por seu rosto, ela piscou seu olho vendo uma breve imagem de Eu (amu), Tadase, Yaya, Rima, Kukai e Nagihiko, Logo que abriu o olho, voltou a se vê no mundo dos sonhos, mais outra ventania a fez piscar, a medida que isso ia acontecendo, Ami ia piscando, na quinta piscada ela se via sentada em um banco perto de onde nós estávamos, quando abriu os olhos foi lá que se encontrou, mais com Yoru no colo. Assim, eu finalmente encontrei Ami, percebo que estou de pijama, e ela me contou a história toda no caminho de casa, fiquei muito surpresa, até por que, Ikuto pode até ser imprevisível, mais não um gato magico sorridente.
Pensando bem, quem teve o pesadelo fui eu, que fiquei horas e horas procurando Ami, a preocupação de Irmã mais velha é muito agoniante...


olá, eu sou um gato e a alice me serve. eu sou uma alice e o gato me serve. olá.
avatar
Cheshire Cat
Admin
Admin

Mensagens : 336

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum