[Fanfic] Shugo Chara: in High School

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Qui Jan 29, 2009 1:37 pm

Yo! =3
Acho que essa é a primeira fic de Shugo Chara postada aqui, então...
É o seguinte... Esta fic não me pertence!! Ela pertence a uma garota americana conhecida como Sillygurl1021. Eu apenas estou fazendo o favor de traduzi-la, pois eu realmente amei ler esta história, e tenho certeza de que muitos fãs de Shugo Chara também vão gostar. Como a história é originalmente em inglês, eu tive que dar uma adaptada nela para passá-la para o português, mas somente por causa da gramática mesmo. O resto está igualzinho.
Portanto, se gostarem da fic, os créditos são todos dela ^^
Ah sim, as notas no começo e no final de cada capítulo são delas também Very Happy

E é claro... Shugo Chara não pertence a nenhuma de nós duas. Shugo Chara pertence a Peach-Pit!! Até porque, se Shugo Chara me pertencesse, a Amu e o Ikuto já teriam se beijado a muito tempo è-e

Comentários, dúvidas, críticas, reclamações, elogios e tudo o mais são muito bem-vindos! Very Happy
Então, aqueles que forem ler, deixem algum post dizendo o que acharam da história, porque se ninguém ler, eu paro de postar ><"

Bem, só para dar uma idéia para vocês, irei postar agora o capítulo 1. Pode parecer meio paradinho no começo, mas... É uma fic muito interessante *-*
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Qui Jan 29, 2009 1:51 pm

- Antes da História -

Esta história começa depois que o Embryo foi encontrado e tudo estava calmo, com exceção de algumas coisas que estavam acontecendo, como... Digamos... Amor! ;P Depois que o Embryo foi encontrado, Amu percebeu muitas coisas e pensava nelas constantemente, mas nunca fez nada a respeito. Amu está com 14 anos e é o seu primeiro dia no colegial. Ela ainda tem sua personalidade “cool and spicy”, bem como Ran, Miki, Suu e Dia. Inclusive, ela ainda tem os mesmos amigos e muitos outros novos, mas passa a maior parte do tempo com seus velhos amigos Guardiões, e ocasionalmente recebe a visita daquele garoto pervertido vestido de neko. Ela ainda gosta do Tadase, mas não sabe como se sente em relação a Ikuto. Ela sabe que gosta dele, mas... De que maneira? E surpreendentemente, algumas outras coisas andaram acontecendo entre certas pessoas. Haha, bem, espero que vocês gostem.

- Capítulo 1 -
-- Primeiro dia no colegial --

Já era de manhã e eu não queria levantar porque havia passado a noite toda acordada, excitada demais para conseguir dormir. Porém, 5 minutos depois do meu alarme tocar, ouvi Ran, Miki, Suu e Dia.
“Acorde, Amu-chan!” Levantei tão depressa, que comecei a me sentir tonta.
“Cara, por que vocês têm que ser tão barulhentas?” Depois que eu disse aquilo, pensei comigo mesma. Bem, era o primeiro dia no colegial.
Então, comecei a me vestir. O novo uniforme parecia ser um pouco caprichado demais, mas eu sempre dou um jeito de dar um toque pessoal. Depois de estar pronta, ouvi alguém batendo na janela. À medida que me virava, fechei meus olhos, sussurrando “Por favor, que seja um pica-pau ou algo assim.” mas eu e minhas charas já sabíamos quem era. “Ikuto.” Eu disse para mim mesma com uma expressão cansada em meu rosto.
Quem ele pensa que é? Vindo de manhã... Eu ainda podia estar me trocando! Talvez fosse isso que aquele pervertido queria.
“Yo.” ele disse ao mesmo tempo que Yoru.
“Você não poderia dizer ao menos 'bom dia' já que você veio até meu quarto tão cedo, seu pervertido? Por que você está aqui de qualquer forma?” Dei a ele um olhar penetrante.
“Apenas passei para ver se você queria que eu fosse contigo até sua nova escola. Achei que você poderia se perder.” Assim que ele disse aquilo, ele deu aquele sorriso característico seu. Corei um pouco devido ao seu sarcasmo.
“Por que eu precisaria de VOCÊ para me levar para algum lugar? Eu sei onde a escola é, então obrigada, mas eu passo sua oferta.
“Ah, isso é tão cruel. Você não quer que eu te acompanhe até a escola mesmo depois de eu ter confessado que gosto de você?” Ele disse colocando ênfase na palavra 'gosto', o que me fez corar, pois comecei a lembrar do dia que ele falou aquilo. Eu o encarei. Ele estava esperando por uma resposta.
“E-Eu tenho que sair agora.” Corri para a porta até ele dizer uma coisa que eu não esperava.
“Você sabe o que eu quis dizer, e isso não mudará.” Seu tom era sério, mas calmo.
Fechei a porta após ouvir aquilo e desci as escadas, completamente corada. Minha mãe me olhou.
“Amu, você está se sentindo bem? Você está toda vermelha.” Ela disse, arrumando a mesa para o café-da-manhã.
“Eu estou bem, só um pouco cansada.” Aquele estúpido do Ikuto! Por que ele tinha que me lembrar daquilo? Agora vai ficar na minha cabeça o dia todo!
“Onee-chan.” Ami apareceu do nada, cheia de energia.
“Sim, Ami?”
“Como é estar no colegial?” Olhei para ela com uma expressão meio aborrecida.
“Bem, eu não saberei enquanto não for.”
“Oh...” Ri baixinho com aquilo, assim como Ran, Miki, Suu e Dia.

--Antes do sinal da escola tocar --

“Cheguei aqui a tempo. Achei que nunca conseguiria” Estava exausta porque no meio do caminho tive que deixar Ami na escola já que mamãe e papai tinham um encontro de negócios bem cedo.
“Bom, pelo menos você chegou a tempo, Amu-chan.” Ran disse.
“Tenho certeza de que o dia será perfeito desu.” Suu disse com uma carinha feliz.
“A não ser que ela comece a dormir durante as aulas como nos outros anos.” Miki disse com uma carinha sarcástica.
“Obrigada Ran, Su... Miki, você verá o que reserva para você mais tarde.” Dei um sorriso para ela, que parece ter percebido um pouco da frieza do meu gesto.
“Não se preocupe, Miki. Tenho certeza de que ela não fará nada, certo Amu-chan?” Dia disse. Ela parecia me conhecer bem demais.
“Hmph...” Comecei a andar até ouvir alguém me chamando.
“Hey, Hinamori.” Kukai veio correndo até mim. Oh yeah, eu esqueci que ele é um estudante do segundo ano aqui. Talvez ele me mostre em volta mais tarde.
“Kukai, como vai?” Enquanto eu perguntava, via minhas charas fazendo bagunça com Daichi.
“Eu estou bem. Hey, você já viu o Tadase?”
“Não, eu acabei de chegar.”
“Oh, você poderia dizer a ele que eu estou o procurando, caso você o encontre?”
“Yeah, sem problemas.”
“Ok então. Obrigado e até mais.”
“O que será que ele quer perguntar para o Tadase-kun?” Eu sussurrei para mim mesma, mas então um certo garoto com orelhas de gato cruzou minha mente.
“Gaaaah!! Saia da minha cabeça!” Todas as minhas charas me encararam curiosas. No mesmo instante, o sinal tocou.

-- Almoço --

“Eu nunca imaginei que os professores daqui falavam tanto.” Suspirei. Eu estava tão cansada, mas ainda tinha metade do horário escolar faltando.
“Oy, Hinamori.” Era o Kukai novamente.
“Hey Kukai, você achou o Tadase?”
“Não, e você?”
“Não. O que você quer dizer a ele?”
“Bem, eu pedi a ele para me fazer um favor e eu quero saber o que ela disse.”
“Ela? Quem seria ela?”
“Huh... Oh, ali está o Tadase. Vejo você mais tarde, Hinamori.” Ele começou a correr em direção ao Tadase e eu não conseguiria ouvir nada, já que eles estavam tão distantes, mas eu tinha uma leve idéia do que estava acontecendo. Parece que ele perguntou para o Tadase o que aconteceu, e seja lá o que Tadase respondeu, fez Kukai muito feliz.
“O que será...?” Fui interrompida ao ouvir uma voz familiar, e quando me virei, vi Ikuto.
“Hey.”
“O-O que você está fazendo aqui?!” Pensei que ele já tivesse se formado.
“Apenas procurando por aí uma garota de cabelos rosados... Oh, olha só, aqui tem uma.” Ele disse sarcasticamente com aquele sorrisinho dele.
“Me deixa em paz.” Eu disse, mas de repente meu estômago começou a roncar. Embora eu não gostasse da comida daqui, eu não tinha outra escolha porque havia esquecido de trazer meu almoço.
“Sabe... Se você está com fome, eu posso te oferecer um lanche.” Ele disse enquanto encostava sua testa na minha. Eu encarei bem fundo em seus olhos e corei, mas assim que percebi todo mundo nos olhando, empurrei-o.
“Sabe, não tenho nenhum interesse em ter você comprando alguma coisa para mim, então acho melhor você ir embora.” Dei a ele meu toque “Cool and Spicy” e saí andando, enquanto todos continuaram nos observando. Ele me seguiu e sussurrou.
“Sabe, você não precisa me mostrar seu lado “Cool and Spicy”. Tudo o que você precisa fazer é dizer 'não'.” Ele dizia enquanto andávamos.
“Então não!” Disse, corada.
“E se eu lhe trazer algo?” Ele disse com um tom um pouco sério. Olhei para ele e logo me virei.
“Bem... Se você quiser...” Eu disse, tentando não corar muito.
“Ok, então me espere fora da escola que eu logo voltarei.” Encarei-o enquanto ele saía.
“Hey hey, Amu-chan.” Ran falou, querendo que eu me virasse. Assim que me virei, vi Tadase me olhando curiosamente, mas logo ele se virou.
“Ele esteve assistindo o que aconteceu durante esse tempo todo?”
“Sim, do começo ao fim.” Dia disse.
“Hmm...”

-- Fim do Capítulo --
Cara, eu sei que que este capítulo foi um pouco longo e chato, mas eu estava pensando nele enquanto escrevia e acabou ficando grande mesmo –- Desculpa, mas espero que vocês tenham gostado. Por favor, deixem-me reviews para que eu possa saber se estava bom.
Bem... Até mais e obrigada por lerem. ^^
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Nobuko em Qui Jan 29, 2009 5:29 pm

Perfeita *-*

Ameeii!!!

Eu quero mais!!!
avatar
Nobuko
DearS
DearS

Feminino
Mensagens : 177
Idade : 23
Localização : No N-Fiel da Sayuri com a Kell

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Alice em Qui Jan 29, 2009 5:41 pm

quando a trovoada parar aqui eu juro que leio xD

Aliás, muito bacana da sua parte por creditar. Pq tem gente aí que pega coisa estrangeira e diz ser de própria autoria. Parabéns =3
avatar
Alice
Super Idol
Super Idol

Feminino
Mensagens : 4483
Localização : N-Field

Ver perfil do usuário http://ichigo-fujiwara.deviantart.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Qui Jan 29, 2009 7:07 pm

Laracne May

Postarei em breve, talvez amanhã ou no máximo sábado, tá? ^^

Alice

Acho muito injusto essas pessoas que assumem os créditos por algo que outra pessoa criou. Pessoas assim só provam que não são capazes de nada u_u Sei disso porque também escrevo fanfics e detestaria saber que alguém me plagiou ><

Pra você ter uma idéia, eu primeiramente mandei um e-mail para a verdadeira autora dessa fic para pedir permissão para traduzir a fic dela. Assim que ela consentiu, eu comecei meu trabalho. o/
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hina Niichan em Sex Jan 30, 2009 12:06 pm

Iei!
Gostei muito da FIC também, Hika-chan! =3
Achei muito legal você estar traduzindo, e dando os créditos, espero que continue!
avatar
Hina Niichan
Medium
Medium

Feminino
Mensagens : 1352
Idade : 23
Localização : Meu quartel general ù-u

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Sex Jan 30, 2009 12:15 pm

Hina

Continuarei sim! ^-^
Amanhã postarei o capítulo 2 ;P
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Sab Jan 31, 2009 12:15 pm

- Nota da Autora -
Olá, pessoal
Eu apenas queria agradecer pelos reviews. lol Bem, espero que gostem deste capítulo, e vocês poderão ver um pouco sobre um novo casal surgindo. ;D

- Capítulo 2 -
-- O que é isso? Amor? --

- Tadase's POV -

O que será que a Hinamori está fazendo com o Ikuto? Os Tsukiyomis e os guardiões tornaram-se aliados e amigos depois que o Embryo foi encontrado, mas... Eu nunca imaginei que ela poderia estar interessada nele... Não posso fazer nada a não ser ficar curioso sobre que tipo de relação eles têm. Será amizade? Um sentimento de irmãos? Apenas aliança? Ou poderia ser... N-Não, eu não posso pensar nisso. Tenho que me concentrar em ajudar o Kukai. Quem poderia imaginar que ele estaria interessado na Utau-chan. Mmmm... Eles devem ter tido algum tipo de clique quando tiveram aquela disputa de ramen.
“Hey, Tadase! Por que você me deixou sozinho naquela sala? Eu me senti um total perdedor lá, tentando te achar.
“Oh... Desculpa, Kukai. Acho que fiquei completamente distraído com uma coisa.” De repente, ele me deu um grande sorriso.
“Você viu a Hinamori ou o quê?”
“Ahn? Huh... Não, foi apenas que... Umm... Uma professora passou e eu precisava perguntar uma coisa para ela, mas eu a perdi.” Obviamente ele sabia que eu estava mentindo e ele já sabia que eu gostava da Hinamori-san... Quase todo mundo sabia.
“Yeah, yeah. Guarde isso para outra pessoa, rei.” Nós continuamos andando, mas eu ainda não conseguia parar de pensar naquele maldito Ikuto e na Hinamori-san. “Hey, Tadase.” Ele disse com um tom curioso.
“Yeah?”
“Onde você acha que a Utau gostaria de ir depois de um concerto?”
“O que? Você está planejando sair com ela? Eu pensei que você apenas queria conversar com ela.”
“Ah, por que não? Quero dizer, eu gosto de mulheres fortes e ela é muito bonita, mesmo quando se trata de comer ramen.” Ele disse aquilo com um sorriso no rosto.
“Bem, eu não sei. Você pergunta a ela.”
“Heh, esqueça então.” Continuamos andando até passarmos por uma classe, mas não importava o que eu fizesse, eu não conseguia parar de pensar na Hinamori-san. Esse será um longo dia.

- Final do POV -

“Droga, onde o Ikuto está com a comida? Estou morrendo de fome e não resta muito tempo para o sinal tocar.” Fiquei na frente da escola parecendo uma completa idiota, mas como aquilo não era algo comum, não liguei muito.
“Talvez ele tenha tido algum imprevisto, Amu-chan.” disse Dia.
“Yeah.” disseram as outras.
“Talvez... Mas é bom que ele traga minha comida!” Depois de mais uns 3 minutos esperando, eu vi aquele alto, de cabelos azulados, garoto-gato vindo.
“O que te fez demorar tanto?” Perguntei, enquanto ia até ele.
“Eu não sabia o que pegar...” E ele segurou uma sacola bem na minha frente para que eu pudesse ver alguns Taiyakis, leite e alguns sanduíches. Pareciam tão gostosos, que eu queria pegá-los só para mim.
“Vamos para um lugar mais privado... Ummm... Ali!” Eu apontei um lugar deserto onde tinha um banco com alguns arbustos nos lados.
“O que você está planejando fazer, hein Amu?” Ele disse com um sorrisinho e um tom irritante que me fez corar.
“N-Nada, seu pervertido! Agora vamos antes que o sinal toque.” Nós sentamos no banco, peguei um sanduíche e um pouco de leite, e comi em um instante. Ikuto parecia estar adorando me ver comendo daquele jeito, mas eu não me importei pois estava com muita fome. Depois de aproximadamente 5 minutos, eu me senti satisfeita o suficiente. Ele comprou muita coisa... Será que ele vai comer também?
“Hey, você vai comer algo?”
“Não, eu disse que traria alguma coisa para você, não disse?” Comecei a me sentir um pouco sem jeito, mas então eu peguei a sacola e dei a ele.
“A-Aqui. Pega alguma coisa já que foi você quem comprou.” Eu disse, virando meu rosto para o outro lado.
“Não, eu estou bem. Estou feliz porque você se sente satisfeita agora.” Ele disse isso com um sorriso gentil que me fez sentir completamente estranha... O que poderia ser?
“B-Bem... Eu não me sentirei desta forma enquanto você não pegar algo desta sacola e comer.” Senti-me mais sem jeito ainda.
Ele suspirou. “Ok. Qualquer coisa que te deixar feliz, eu farei.” Ele pegou um Taiyaki e comeu um pedaço, ao passo que eu tomava mais um pouco de leite até ele começar a falar.
“Sabe, fico feliz por você ter me comprado um destes naquela noite... Mas eles não têm o mesmo gosto.” Dei a ele um olhar confuso.
“O que? Por que não?” Ele virou-se para mim, olhou diretamente nos meus olhos e disse.
“Acho que é porque você não o pegou para mim por pegar... Você o pegou por se importar comigo.” Meu rosto ficou totalmente vermelho e então alguém nos interrompeu.
“Hinamori-san.” Era Tadase... Pensei que ele estivesse com o Kukai.
“Tadase-kun.” Eu disse no meu pequeno mundo de fantasia de Tadase.
“Oh, veja só, é o Kiddy-King.” disse Ikuto, mas Tadase o ignorou.
“Hinamori-san, você se importaria de me ajudar com uma coisa?”
“Claro, sem problema.” Levantei-me e comecei a andar, mas então me lembrei de Ikuto.
“Eu te encontro no hall, ok Tadase-kun?” Ele pareceu hesitar um pouco.
“Ok.” Eu andei de volta até Ikuto.
“Obrigada pelo almoço, Ikuto. Estava muito bom e eu realmente o apreciei. Bem, te vejo por aí.” Mas assim que eu me virei, ele segurou meu pulso e me puxou. Parecia como se ele fosse me abraçar, porém no final, ele me sussurrou algo.
“Amu, eu irei passar na sua sacada mais tarde... Eu quero discutir uma coisa importante com você...” Corei. Queria saber o que ele queria me dizer.
“Y-Yeah...” Então, ele me soltou e começou a andar para o lado contrário que o Tadase seguiu. Fiquei imobilizada com o seu jeito, mas logo me lembrei.
“Tadase-kun!” Corri direto para o hall com minhas charas me seguindo. Elas pareciam perder muita coisa quando se encontravam com outros charas. Vi Tadase-kun me esperando lá... Ele parecia tão sonhador... Entretanto, comecei a me lembrar de quando ele confessou que me amava... Eu ainda não tinha lhe dado uma resposta, mesmo depois de tanto tempo...
“Alguma coisa aconteceu, Hinamori-san?” Ele parecia muito ansioso para saber a resposta.
“Não, apenas agradeci Ikuto pelo almoço.” Eu disse, enquanto Tadase-kun parecia ficar um pouco chateado.
“Oh... Bem, Hinamori-san, você poderia fazer um pequeno favor para o Kukai?” Oh, será que é sobre aquela garota?
“Uhum, é sobre o que vocês estavam conversando de manhã?”
“Que?... Como você-” Eu o interrompi com um sorriso.
“Kukai me perguntou onde você estava e disse alguma coisa sobre querer saber o que uma garota disse.”
“Oh, sim. Era sobre isso que eu queria te perguntar. Onde você acha que a Utau gostaria de ir após o concerto dela?” Dei a ele um olhar surpreso.
“O quê?! Kukai e Utau? Quem poderia imaginar... Haha, bem, eu não sei. Talvez um restaurante legal ou algo assim.”
“Oh sim, obrigado, Hinamori-san. Tchau.” Ele se virou e começou a correr assim que eu disse 'de nada'. Porém, ele começou a diminuir a velocidade... Kiseki parece ter dito a ele 'nós temos que ir', mas ele se virou do mesmo jeito e voltou... Senti-me um pouco assustada sobre o que ia acontecer, porque ele não parecia muito feliz.
“H-Hinamori-san...” Ele parecia um pouco tímido agora.
“S-Sim, T-Tadase-kun.” Disse, corando um pouco, esperando para ver o que ia acontecer...
“Você...” RING! O sinal tocou. Por que?! Por que depois de tanto tempo, tinha que tocar justo AGORA?!
“Nada em mente... Vejo você mais tarde, Hinamori-san.” Ele correu para a sala dele.
“Penso no que ele ia dizer desu.”
“Yup.” As outras três charas concordaram.
“Yeah...” Fiquei ali, apenas querendo inutilmente saber o que ele iria me dizer... É possível que ele iria me dizer que ele ainda... me amava...? Logo, comecei a andar... Senti como se alguém estivesse me observando.
À uma certa distância estava Ikuto, escorado em uma parede. Ele havia assistido tudo.
“Amu...”

-- Fim do Capítulo --
Ok, eu estou acabada Smile Fiz o posível para deixar este capítulo o mais interessante possível. Eu espero que vocês tenham gostado. Não se esqueçam dos reviews. Hehe
Oh, e sobre os casais... Sim, eu torço por KukaixUtau assim como Amuto. lol Eu me apaixonei por eles.
Lembram-se de quando o Kukai e a Utau tiveram aquela disputa de ramen? Haha! Imaginem isso XD Bem, mais uma vez, espero que vocês tenham gostado.
Bye Bye
Very Happy
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hina Niichan em Sab Jan 31, 2009 12:41 pm

Iei!
Muito legal este capítulo, gostei! Está interessante! ^^
avatar
Hina Niichan
Medium
Medium

Feminino
Mensagens : 1352
Idade : 23
Localização : Meu quartel general ù-u

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Nobuko em Sab Jan 31, 2009 4:08 pm

ESTÁ PERFEITOO!!!

mesmo que eu seja fan de Amu e Tadase mas Kukai e Utau é d+!!*--*

Quero a continuação loogo i.i
avatar
Nobuko
DearS
DearS

Feminino
Mensagens : 177
Idade : 23
Localização : No N-Fiel da Sayuri com a Kell

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Ter Fev 03, 2009 4:40 pm

- Nota da Autora -
Olá a todos
Nesse capítulo terá um pouco de ação no final, então espero que vocês gostem
Espero que todo mundo goste Very Happy

- Capítulo 3 -
-- Amu, Encarando a verdade --

- Na última aula do dia -

Estou sentada aqui... Olhando para a janela... Não me importando com o que a professora dizia. O que será que o Ikuto quer me contar que é tão importante? E quanto a Tadase-kun? Cara, isso é tão frustrante! Esse é o meu primeiro dia no colegial e eu já tenho tantas coisas para pensar. Suspirei. Depois de uns dez minutos ouvindo a professora tagarelar sobre matemática, caí no sono
Abri meus olhos. Estava num lugar escuro e silencioso.
“O-Onde estou? Olá? Tem alguém aí?” Ninguém respondeu. “Miki?... Ran?... Suu?... Dia?!” Nada. “O que é esse lugar?” De repente, pequenas luzes começaram a cair do alto.
“Amu (Amu) Amu (Amu).” Ouvi as pequenos esferas de luz falarem.
“S-Sim? O que você quer? Por que eu estou aqui?” Olhei em volta para ver se havia sinal de alguém.
“Amu, você precisa decidir...” Continuei olhando ao redor...
“D-Decidir o quê?” Olhei para a frente e vi uma figura... Parecia um garoto. Ele estava vindo até mim.
“Amu.” Aquela voz... Virei-me e vi outra figura. Era um outro garoto, não, ele parecia ser muito mais alto. As duas figuras continuaram vindo em minha direção. Queria me mover, mas não conseguia.
“Hinamori-san.” É isso? Eu me virei novamente e vi Tadase-kun não muito longe de mim. “Hinamori-san, você aceitaria se eu estivesse apaixonado por você?” Estava chocada... Isso foi exatamente o que ele me disse quando foi até minha casa.
“Tadas-”
“Amu.” Virei-me e vi Ikuto...
“Eu tenho... E é você.” Foi o que ele disse... Quando eu perguntei de quem ele gostava. O que é isso?... Por que os dois estão aqui?... Ikuto... Tadase-kun... O que isso significa? Eu gosto dos dois? Não, é diferente... O que poderia ser?
“Hinamori-san.” Hun? “Hinamori-san.” A voz foi ficando mais e mais alta. “Hinamori-san!” Todas as esferas de luz tremeram e brilharam fortemente... Era um sonho.
“Senhorita Hinamori-san, eu apreciaria muito se você ao menos prestasse atenção na aula.” Olhei para ela.
“S-Sim, Ma-am.”

- RING! A Aula acabou -
“Amu-chan, o que aconteceu?” Ran perguntou.
“Você parecia um pouco perturbada enquanto dormia.” Dia disse com uma expressão preocupada em sua face.
“Não, eu estou bem.” Disse, olhando para cima um pouco envergonhada.
“Eu disse que ela iria dormir de novo. É bem típico da Amu-chan.” Miki disse com aquele tom de sabe-tudo dela.
“Cala a boca, Miki!” Retruquei com raiva e fui para casa.

- Casa do Tadase/POV -

“Tadase, você deveria ter dito de uma vez para aquela plebéia o que você queria!” disse Kiseki com uma voz enérgica.
“Eu sei, mas... Não sei o que me fez parar...” Olhei para baixo.
“Oy, Tadase! Abra a porta.” Hun?
“Kukai?” Andei até a porta e a abri. Kukai me olhou seriamente.
“O que aconteceu?” Perguntei enquanto ele entrava.
“Eu preciso que você converse com a Utau.”
“O que?! Por que eu?”
“Preciso que você pergunte a ela se ela gostaria de dar uma volta amanhã.”
“Você quer dizer... Sair em um encontro?” Falei sarcasticamente.
“NÃO! Digo... Dar uma volta, como amigos... Por enquanto.” Olhei para ele para ver se eu deveria ou não.
“Mmmm...” Pensei.
“E então?” Ele perguntou, esperando pela resposta.
“Você pergunta a ela.” Ele olhou para mim, surpreso. Tenho certeza de que ele achou que eu fosse dizer 'sim'.
“O quê?! Mas por quê? Qual é, Tadase.”
“É você quem quer ela, não eu. Então, ligue para ela.” Peguei o telefone e dei a ele.
“...” Ele pegou o telefone e discou o número dela.
“Olá, a Utau está aí?”
“É ela. Quem é?
“Kukai.”
“Quem...? Oh, Garoto-ramen.”
“Yeah... Hum, eu estava pensando... Você gostaria de dar uma volta por aí amanhã?”
“Você quer dizer sair em um encontro?” Ela disse com um tom confuso.
“Não, apenas dar uma volta, como amigos.” Ele esperou a resposta com uma expressão séria.
“Hum... Ok!” Ele pulou de alegria.
“Ok! Eu estarei no parque amanhã às quatro da tarde. Dessa vez eu iria te derrotar definitivamente em qualquer desafio.”
“Ok, mas nós veremos isso, Garoto-ramen.” Os dois desligaram.
“O que ela disse?” Perguntei.
“Ela disse sim!” Ele tinha um enorme sorriso no rosto.
“Que bom.” Ele se levantou e começou a caminhar até a porta.
“Obrigado, Tadase. Eu jamais teria feito isso se não fosse por você.” Ele estava prestes a sair, mas parou. “Hey, Tadase. O que está acontecendo entre a Hinamori e aquele cara, o Ikuto?” Olhei para ele, confuso.
“Que? O que você quer dizer?”
“Eu estava andando em frente à escola e vi ele abraçando-a.” O quê?! Ele estava abraçando ela?!
“Oh... Eu não sei...” Disse, olhando para baixo, deprimido.

- Final do POV -

- Casa da Amu -

“Ahhh! Hoje foi tão cansativo!” Deitei na minha cama, olhando para o teto.
“Amu-chan.” disse Dia.
“Sim, Dia?” perguntei com um tom cansado.
“Você está cheirando mal.” Ela disse, colocando sua pequena mão em seu nariz.
“O que? Estou?” Cheirei minha camiseta e realmente estava. Não sabia como, mas precisava tomar um banho. “Vou tomar um banho agora mesmo, então vocês quatro esperem aqui.” Tirei minhas roupas, deixei meu pijama sobre a cama e fui para o banheiro.
“Ahhh, isso é tão gostoso.” Dentro da banheira, comecei a pensar naquele sonho que tive na classe. Ikuto... Tadase-kun... Por que eu me sinto tão diferente em relação aos dois? Sei que gosto do Tadase-kun, sempre gostei, mas... Coloquei metade da minha cabeça na água, deixando apenas meus olhos de fora. E quanto ao Ikuto? Não acho que gosto dele... Ou gosto? Não, é muito diferente de quando estou com Tadase-kun. Será possível que eu... N-Não! Não pode ser... Ou pode? “GAHHHH!!” Gritei, logo mergulhando o resto de minha cabeça na água, frustrada.

- Ikuto's POV -

“Ikuto.” disse Yoru, acordando-me de minha soneca.
“Está ficando tarde, nya.” Oh, Amu. Levantei-me e fui até o local onde normalmente a encontro, na sacada de sua janela. Porém, ela não estava lá, e suas charas pareciam estar descansando. Eu entrei em seu quarto mas não vi ninguém, até ouvir o som da porta do banheiro se abrindo. Era Amu. Ela veio enrolada em uma toalha rosa, e mais nada. Assim que ela entrou no quarto, senti um gostoso cheiro de morango. À medida que ela secava seu cabelo, eu a observava, incapaz de sair dali. Ela estava linda, especialmente usando apenas uma toalha. Fiquei ali, sem que ela percebesse minha presença. Continuei a observando, até que ela se virou e me viu.
“AHHH!! I-Ikuto!” Ela gritou enquanto segurava sua tolha o máximo que podia para esconder seu corpo.
“Amu, tá tudo bem?” Sua mãe perguntou, curiosa.
“Sim, mamãe.” Ha! Ela ainda chama sua mãe de mamãe.

- Fim do POV -

“Yo.”
“O-O que você está fazendo aqui?!” disse Amu, tentando ir para o mais longe possível do senhor pervertido que a olhava como se fosse devorá-la.
“Lembro de ter lhe dito que eu viria. Não irei fazer nada com você se você se vestir.” Ikuto disse com um sorriso no rosto.
“P-Pervertido! Não importa o que você faça, é b-bom que não chegue perto de mim!” disse Amu, tentando se afastar mais ainda. Contudo, ele se aproximou dela. O cabelo dele parecia tão macio... Ela sentiu uma grande vontade de tocá-lo... Mas não o fez, apenas o encarou.
“Sabe, se você quer, você pode tocar...” disse Ikuto ao perceber que ela o olhava profundamente.
“Q-Quê? N-” Amu bateu na parede. Não tinha mais para onde ir. Ela permaneceu ali, imóvel, enquanto ele se aproximava mais e mais até ficar bem em frente a ela, olhando-a com aqueles olhos de safira que tinha. Eles pareciam sonhadores. Ela pensou consigo mesma “Esse sentimento... De novo... O que será? Eu não consigo respirar, e meu coração está em disparada. Sinto como se ele fosse sair de meu peito.”
“Sabe...” Ele disse calmamente. “Você sempre cora quando eu me aproximo de você.” Ele segurou o queixo de Amu, forçando-a a olhar diretamente para ele. “Eu meio que gosto disso.” Ele disse à medida que seu rosto aproximava-se mais e mais do dela. Ela fechou seus olhos e logo pensou... Não deixe-o te controlar! Então ela abriu os olhos e passou por debaixo do braço dele, indo para outro canto.
“S-Sobre o que você queria conversar que era tão importante?” disse Amu, olhando para baixo e segurando firme sua toalha. Ikuto ainda estava olhando para onde ele ia... Espera... Ele ia... Amu pensou enquanto o via se recompor.
“Nada... Esquece.” Ele disse enquanto se virava, de olhos fechados, e andou até a janela.
“Espera, Ikuto! O que você queria me dizer?” Amu disse desesperada, querendo que ele olhasse para ela.
“Nada... Apenas esqueça sobre isso. Eu tenho que ir agora.” Ele estava prestes a pular a sacada e sair, mas... Ela não podia simplesmente deixá-lo ir embora... Parecia errado... Como se ele estivesse triste. Então ela correu até ele.
“E-Espera!” Amu o segurou pela camisa e ele se virou, surpreso. O que ela fez... Por que o parou? Enquanto ela perguntava isso a si própria, olhava para baixo.
“Amu...” Ikuto disse, fazendo-a olhar para cima. Nesse momento, ele tocou seus lábios nos dela. Era estranho, mas... Bom. Ela nunca tinha se sentido assim antes. Os lábios dele eram tão... Macios. Assim que ele recuou, fazendo com que seus lábios gentilmente deixassem os dela, ele sussurrou...
“Você precisa descobrir de quem você realmente gosta, Amu.” Depois disso, Ikuto foi embora, deixando Amu atordoada.

-- Fim do Capítulo --
Então, como foi, hein?
Espero que todo mundo tenha gostado do final. Por favor, deixem review dizendo o que vocês acharam.
Obrigada por lerem.
Bye bye Very Happy
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hina Niichan em Ter Fev 03, 2009 11:52 pm

Iei!
Gostei muito deste capítulo, e do final! =3
Arigato, Hika-chan, por estar postando a FIC, espero que continue!
avatar
Hina Niichan
Medium
Medium

Feminino
Mensagens : 1352
Idade : 23
Localização : Meu quartel general ù-u

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Qua Fev 04, 2009 1:33 pm

Continuarei sim ^-^

Capítulo 4, sexta! ;P
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Nobuko em Qua Fev 04, 2009 4:47 pm

Adoreii!!!!!

QUEIO MAIS!!!T.T
avatar
Nobuko
DearS
DearS

Feminino
Mensagens : 177
Idade : 23
Localização : No N-Fiel da Sayuri com a Kell

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Dom Fev 08, 2009 7:36 pm

Desculpem a demora x_x"
E não pensem besteiras no começo do capítulo, hein? D:




- Nota da Autora -
Olá, pessoal
Aqui está um outro capítulo da história Very Happy
Agora... Nenhum de vocês venha cortar minha cabeça por causa do final, ok?
Eu queria que isso tivesse o máximo de drama possível
Espero que todos vocês estejam realmente gostando!
E espero que gostem deste capítulo

- Capítulo 4 -
-- Encontro --

- Amu's POV -

“Amu.” Eu ouvi. Virei-me e os lábios dele capturaram os meus. Era gostoso, diferente de tudo o que eu já havia sentido antes. Ele me carregou e colocou-me na cama, ficando sobre mim. O beijo tornou-se profundo e melhor. Eu não queria ceder, mas... Não podia resistir. Eu gemi seu nome “Ikuto.” quando fui buscar por ar. Suas mãos desceram um pouco, abrindo minha toalha para tornar meu corpo mais visível. Não podia fazer nada, a não ser bagunçar seu cabelo enquanto ele brincava com a minha língua. Estava realmente bom, porém comecei a ouvir vozes a longa distância. “Amu-chan.” As vozes continuaram ecoando à medida que a mão dele foi descendo lentamente até a minha...
“Amu-chan!” As vozes me acordaram e eu pulei da cama.
“O quê?!... Foi apenas... Um sonho...” Olhei em volta mas não havia nenhum sinal do garoto de cabelo azulado.
“Amu-chan, você está bem?” Olhei para a Suu e ela parecia preocupada, assim como as outras charas.
“S-Sim... Por que você está me perguntando isso?” Olhei para todas elas, sorrindo, e fui me olhar no espelho.
“Bem, para começar, você parecia estar com febre.” Disse Miki assim que vi minha face: estava completamente vermelha.
“E depois, você estava se mexendo na cama feito uma doida.” Disse Dia. Logo, vi que horas eram.
“O QUÊ?! São 9 horas!! Eu estou muito atrasada! Por que vocês não me acordaram?!” Corri para tentar organizar minhas coisas e me arrumar.
“Amu-chan!” Coloquei meus sapatos, penteei meus cabelos...
“AMU-CHAN!!” As quatro gritaram, fazendo com que eu parasse e caísse no chão de susto.
“Sua mãe disse que você precisa ficar na cama porque você estava com febre.” Olhei para elas e esfreguei minha testa. Estava quente.
“Ela pensou que você tivesse a ouvido, então ela saiu e disse que voltava mais tarde para ver como você está.” Assim que me levantei, senti-me um pouco tonta, então sentei em minha cama.
“Bem, então... Irei me deitar e descansar um pouco.” Assim que me deitei, fechei meus olhos e pensei... Por que eu estava sonhando com aquele tipo de coisa?... E com o Ikuto? Eu nunca tive um sonho desses... De repente, lembrei-me de ontem à noite... Ele me beijou. Pensei no que realmente sentia por ele e logo adormeci.

- Fim do POV -

- Na escola -


“Onde será que a Hinamori-san está?” disse Tadase, sentado em sua carteira, pensando no que poderia ter acontecido à Amu. Ele permaneceu ali, ignorando o que a professora lhe dizia até o sinal tocar. Ele se levantou e saiu, pensando em outra coisa.
“Ikuto.” Ele disse com raiva. Disse para si mesmo que não deixaria um tipinho como ele chegar perto demais da Amu, mesmo que eles fossem aliados.
“Por que, Hinamori-san? Por que o Ikuto? Por que não eu?” Então ele se lembrou da primeira assembléia no ensino fundamental quando ele negou o amor dela. Quando ele se lembrou daquele dia, uma expressão deprimida tomou conta de seu rosto.
“Kiddy-king.” Chamou uma voz atrás dele. Ele virou-se furioso, já sabendo quem era.
“Tsukiyomi Ikuto!” Ele gritou, fazendo com que vários estudantes os olhassem com curiosidade, mas logo os ignoravam. “O que você está fazendo aqui?” disse Tadase com pura raiva em sua voz.
“Whoa, Kiddy-king. Eu apenas vim te perguntar se você viu a Amu por aí.” Ikuto disse, olhando em volta por algum sinal de Amu.
“O que você quer com ela?!”
“Oh, nada. Eu apenas queria discutir com ela uma coisa que aconteceu ontem à noite.” Ele disse com um sorriso em sua face.
“Quê?! O que aconteceu ontem à noite?” O loirinho disse com nada mais do que puro ódio, porém...
RING! O sinal tocou, anunciando o início da próxima aula.
“Bem, então... Acho que te vejo por aí, Tadase.” disse Ikuto, virando-se e andando até uma janela, a qual ele logo pulou. Tadase ficou ali, furioso. Ele não parava de pensar no que poderia ter acontecido ontem à noite... O que será que eles conversaram... Ou fizeram?

- De volta à casa da Amu -

“Aaaaah!!! Não há nada melhor do que beber um pouco de leite depois de um bom banho!” disse Amu, apoiada na sacada de seu quarto, olhando para as crianças que acabavam de sair da escola.
“Amu-chan, vamos sair um pouco.” Ran disse, pulando e balançando seus pequenos pom-poms.
“Pois assim você poderá tomar um pouco de ar fresco, desu.”
“Ok, vamos lá.” disse Amu, revigorada. Quando estava prestes a sair, seu celular tocou.
“Alô.”
“Alô, Hinamori-san.” Era o Tadase.
“Tadase-kun, como foi a aula?” Amu perguntou, sentindo-se muito feliz por ouvir a voz de Tadase.
“Hinamori-san, você se importaria de me encontrar no parque daqui a pouco?” Ele disse isso com um tom sério.
“Claro, eu já estava prestes a sair.”
“Ok, então eu te vejo daqui a pouco, Hinamori-san. Até mais.”
“Até.” Os dois desligaram.
“Ok, gente. Vamos.” Amu disse, indo até a porta seguida de suas charas.

- No parque -

Era um dia ótimo, perfeito para sair com os amigos. Amu estava sentada em um banco, esperando para ver Tadase. Ela estava empolgada, mas mais uma vez, ela não sabia o que a esperava. Miki, Ran, Suu e Dia saíram para brincar no parquinho. Não havia muitas pessoas no parque naquele dia, como se fosse um feriado ou algo assim. De repente, Amu viu Tadase a uma distância.
“Hinamori-san.” Amu estava estática por ver Tadase.
“Olá, Tadase-kun.” Ela disse com aquele sorrisinho dela.
“Onde você estava durante a escola hoje?”
“Oh, eu tive febre, mas já estou me sentindo bem melhor agora.” Ela deu a ele um grande sorriso, mas quando ela olhou bem para ele, percebeu que sua expressão dizia que ele precisava muito lhe contar alguma coisa... Alguma coisa importante. Assim como ontem quando o sinal tocou. De repente ela corou. Ele olhou para ela, corando também.
“Hi-Hinamori-san, eu queria saber uma coisa...” Tadase disse um pouco hesitante, enquanto Amu ficava ali, apenas esperando para ouvir o que ele tinha a dizer.
“Você pensa em mim m-mais do que um mero amigo? Talvez como... Um n-namorado?” Tadase estava todo vermelho e Amu sentia-se incapaz de mover a boca, sem saber o que responder.
“B-Bem, Ta-Tadase-kun... Eu gostei de você por um tempo, mas...” Amu não sabia mais como continuar, fazendo com que Tadase olhasse para baixo.
“Eu...” Ela foi interrompida quando Tadase moveu seus lábios até os dela. Não durou muito, mas aconteceu: ele a beijou. Ela ficou extremamente vermelha, porém por alguma razão, não sentia a mesma coisa quando ela teve aquele último encontro de lábio com lábio. Ele se afastou e ela o encarou, sabendo menos ainda o que dizer. Tadase não conseguia acreditar no que acabara de fazer, mas estava feliz por tê-lo feito. Quando Amu estava prestes a dizer algo...
“Amu?” Uma voz atrás dela a chamou, e ela se virou.
“Utau.” Amu disse em confusão total, mas então viu Kukai atrás dela, correndo.
“Ah, eu sabia que era você. Hey, Kukai, parece que eu te derrotei de novo.” Kukai estava ofegante quando a alcançou.
“B-Bem, veremos na próxima, Utau.” Assim que Kukai tomou um pouco de ar, ele olhou para cima. “Hun? Tadase e Hinamori. O que vocês estão fazendo aqui?” Tanto Tadase quanto Amu olharam um para o outro, ficando vermelhos.
“Oh, bem, nos vemos por aí então.” Utau disse e logo falou para Kukai que eles deveriam ir para a fonte no centro do parque.
“N-Não! Tá tudo bem. Hinamori-san, você deve ir com a Utau e o Kukai. Tenho que ir agora.” disse Tadase. “Tchau.” Ele se virou e foi embora.
“T-Tadase-kun...”
“Então... Amu... O que vocês dois estavam fazendo aqui?” perguntou Utau, indo até ela.
“Quê?! Acho que isso não é da sua conta, Utau.” Amu disse timidamente, mas um pouco zangada.
“Ah, então era isso que vocês estavam fazendo.” disse Kukai com um sorriso e logo se virou para Utau. “Nós precisamos fazer isso algum dia.” Ele disse provocante para Utau.
“Ummmm... Não.” Utau disse um pouco corada. Amu se levantou, rindo dos dois.
“Acho melhor eu ir. Vocês dois divirtam-se.” disse Amu, indo para o parquinho buscar Ran, Miki, Suu e Dia.
“Até mais, Hinamori.” disse Kukai.
“Tchau.” Utau disse, e logo ela e Kukai começaram a andar para o outro lado, pensando no que podiam fazer agora.
“Então, Utau...” Kukai disse com um tom curioso.
“Sim?” Utau falou um pouco entediada, apenas para brincar com ele.
“Oh, ok... Nada.” Kukai também disse brincando com ela, e começou a andar mais rápido.
“Espera, Kukai! Eu estava apenas brincando.” Utau disse acelerando também, fazendo com que Kukai se virasse e os dois se chocassem. Assim que ela olhou para cima, ela não pôde deixar de encará-lo. Porém, aquilo não durou muito tempo, pois ela logo falou. “Q-Quer um outro desafio?” Kukai olhou para ela um pouco confuso, mas aceitou.
“Ah, ok! O último que chegar na fonte paga para o vencedor um lanche.” Ele disse, preparando-se.
“Ok, prepare-se para pegar sua carteira.” Utau disse com um sorriso na face e ambos começaram a correr. Cara, os dois certamente correm pra caramba.

-- Fim do Capítulo --
Então, o que vocês acharam, hein? Very Happy Mal posso esperar para ver os reviews lol
Oh, e quanto a parte do Tadase e da Amu, não me matem! Aquilo tinha que acontecer. Olhem pelo lado bom, aquilo acontecendo entre os dois, imaginem quantas cenas de Amuto terão nos próximos capítulos ;D
Obrigada por lerem haha
Bye
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hina Niichan em Seg Fev 09, 2009 8:13 pm

Iei!
Estou anciosa pelos próximos capítulos! Cada capítulo é mais interessante! X3
avatar
Hina Niichan
Medium
Medium

Feminino
Mensagens : 1352
Idade : 23
Localização : Meu quartel general ù-u

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Seg Fev 16, 2009 1:19 pm

Desculpem-me pela demora x_x"
Vou postar o capítulo 5 agora /o/
...Rimou :B *leva pedrada* Tá, parei ç.x


-------------------------------------------x------------------------------------------------

- Nota da Autora -
Hey ;D
Bem gente, eu fiz uma pequena mudança para esse capítulo. Decidi cortar um pouco o momento Kutau, então no próximo capítulo terá mais.
Espero que gostem!

- Capítulo 5 -
-- Confusão, então a verdade --

Era a última aula do dia, e a pobre Amu não conseguia parar de pensar no Tadase e no Ikuto a beijando. Aqueles pensamentos pareciam comê-la viva. Sempre que a professora a chamava, ela apenas se virava e respondia calmamente. Quando o sinal tocou, ela se levantou silenciosamente e saiu da escola. Ran, Miki, Suu e Dia tentavam conversar com ela, mas ela não respondia. Ela parecia tão... Triste. Por que ela estaria triste, você deve estar se perguntando. Ela está triste porque não sabe de quem gosta, ou talvez... Ame. Ela está confusa, muito confusa. Enquanto caminhava para casa, esses pensamentos ficavam flutuando na cabeça dela sem parar, então ela decidiu ir até o parque e espairecer um pouco. Quando chegou ao parque, sentou-se numa balanço, enquanto suas charas foram até a gangorra. Ela olhava para baixo, para seus pés, perguntando-se porquê ela?! Não queria lidar com esse tipo de coisa, era demais para sua cabeça. Alguns minutos depois, uma lágrima rolou de sua face por causa da frustração e da confusão que estava sentindo. Então, ela ouviu uma voz.
“Amu-chan!” Ela ergueu a cabeça, com seus olhos carregados de tristeza, e viu Nagihiko.
“Na-Nagihiko?” Ela disse, enxugando as lágrimas de sua face. “O que você está fazendo aqui?” Nagihiko passou o verão fora com seus parentes e perdeu os dois primeiros dias de aula. Ele deve ter ido à escola hoje, mas Amu nem deve ter percebido por causa de seu probleminha. Nagihiko já havia contado para Amu seu segredo, deixando-a chocada, mas isso não mudou o fato deles serem ainda bons amigos.
“Bem, eu cheguei hoje da casa dos meus parentes, mas não consegui te ver. Então fui conversar com o Kukai e ele me disse que algo estava te incomodando, então achei que você viria para o parque.” Ele sentou-se no balanço ao lado do de Amu e esperou para ouvir o que ela tinha a dizer. Nagihiko... Ele sempre aparece na hora certa.
“Oh...” Amu respondeu com um longo suspiro e voltou a olhar para baixo. “Eu estou tão... Confusa...” Amu disse com um tom de voz triste e fraco.
“Por que?” Ele perguntou, olhando para ela, vendo lágrimas deslizarem pelo seu rosto de novo.
“Estou confusa, porque... Por que... Por que eu? Porque o Tadase-kun e o Ikuto tiveram que me beijar?! Eu estava feliz, estática até, para os primeiros dias na escola e pelo o que viria pela frente para mim, mas... Por que isso?! Sei que gosto do Tadase-kun, sempre gostei, mas... Agora não sei mais o que sinto por ele.
“E o Ikuto?” retrucou Nagihiko. Amu começou a se acalmar então, afastando as lágrimas de sua face.
”I-Ikuto...” Ela corou um pouco. “E-Eu não sei. Nunca tive uma queda por ele, mas toda vez que ele está por perto, sinto-me estranha. Não acho que gosto dele porque... É muito diferente da maneira que me sinto com relação ao Tadase.” Amu virou-se e encarou um ponto qualquer, mas logo depois olhou para cima e viu que eram quase quatro horas...
“Sabe Amu-chan, a vida nem sempre é como você quer que seja. Sempre há alguma coisa inesperada te esperando na primeira esquina, mas há uma coisa que você possa fazer.” Amu olhou para ele, esperando pela resposta que ela torcia poder ajudar com o problema dela.
“Você pode ficar sentada aqui, lamentando-se o quão confusa você está, ou você pode realmente pensar naquele que tentou o máximo por você, te ajudou, cuidou e se preocupou com você, e que até mesmo arriscou a vida por você. Talvez você não saiba agora de quem realmente gosta, mas se você pensar nesse tipo de coisa, então tenho certeza de que você irá perceber a verdade, quem você realmente gosta.” Amu olhou Nagihiko com seus olhos dourados brilhando, arregalados, mas então ela os fechou e disse...
“Hmph... Nagihiko, você sempre sabe o que dizer.” Ela sorriu. Ele apenas olhou para ela e retribuiu o sorriso. Logo, eles começaram a balançar.
“Então, Amu-chan...” Ele disse, balançando alto e mais alto, enquanto ela balançava para frente e para trás vagarosamente.
“Sim?”
“Como foi o seu verão? Tudo estava muito chato sem mim?” Dizia isso de uma forma provocante.
“Na verdade, não. Estava muito quieto e pacífico.” Ela parecia estar se sentindo melhor já que começou a provocá-lo. Nagihiko então parou e olhou para ela; levantou-se e parou o balanço dela, olhando-a diretamente nos olhos. Ela corou, mas assim que ele a viu corando, começou a rir.
“Ah! Por que você teve que fazer aquilo, Nagihiko?!” Ela se levantou, empurrando Nagihiko para fora do caminho e andando até a gangorra.
“Não não, Amu-chan, por favor espera... Amu-chan!” Ele disse, perseguindo-a, ainda rindo.
Depois de meia hora brincando e conversando com Nagihiko, cada um foi por uma direção para voltar para casa. Pelo caminho, Amu refletiu sobre o que ele havia dito: “Pense naquele que tentou o máximo por você, ajudou-te, cuidou e se preocupou com você, e que até mesmo arriscou a vida por você.” Ela pensou e pensou durante o trajeto para casa. Tadase sempre a ajudou de todas as formas que ele podia, e uma vez que ele disse que a amava, significa que ele se preocupa com ela. Já o Ikuto... Ele sempre está lá por ela e faz tudo o que Tadase faria, mas melhor. Era tão confuso para ela mesmo que fosse bem óbvio. Pobre Amu, era tão óbvio! Enquanto ela continuava andando, viu Tadase na frente da casa dela, prestes a entrar. Ela ofegou e deu meia volta antes que...
“Oh, Hinamori-san.” Droga, ele a viu. “Podemos conversar um minuto?” Então Amu foi até ele.
“Sim, Tadase-kun?”
“Bem, eu queria saber s-se você pensou sobre ontem.” Ele estava completamente corado, mas por alguma razão, Amu estava calma e não corou como ocasionalmente faria.
“Yeah, tenho pensado muito sobre isso...” Ela olhou para baixo, buscando um pouco de ar para ser capaz de dizer o que tinha em mente.
“E-E?” Ele retrucou antecipadamente.
“B-Bem, Tadase-kun, eu...” Ela parou. Sem mais nem menos, ela viu Ikuto em cima de uma árvore assistindo a conversa deles.
”I-Ikuto?!” Ela corou bruscamente e Tadase percebeu a reação que ela teve quando viu Ikuto. Tadase se virou e o encarou, enquanto ele pulava da árvore para o chão.
“Tsukiyomi Ikuto!” Ele disse com raiva. Ikuto fitou Tadase e então se virou para Amu.
“Então Amu...” Ela o olhou com o rosto ainda corado. “Qual a sua resposta?” Ele disse, colocando suas mãos nos bolsos.
“Huh?” Ela perguntou, confusa.
“Para a pergunta do Tadase, qual a sua resposta?” Ela olhou para ambos. Não sabia o que dizer com os dois ali.
“Ikuto, saia daqui, isso não é da sua conta!” Tadase disse muito zangado.
“Na verdade é. Tenho certeza de que você perguntou a ela se ela gosta de você, então quero saber o que ela irá responder.” Ele disse, encarando Amu. Ela sabia. Ela sabia porque Ikuto estava realmente ali.
“Não, Ikuto, deixe-nos em paz! Não quero você ouvindo a nossa conversa!” Ikuto permaneceu ali, esperando Amu responder. De repente, ela sentiu uma lágrima cair de seu rosto. Seus olhos demonstravam tanta triste, que Ikuto percebeu o quanto aquilo estava a afetando. Tadase não percebeu aquilo, apenas continuava mandando Ikuto ir embora, então ele se virou e viu Amu, chorando. Ikuto apenas suspirou.
“Ok, então acho que te vejo depois, Amu.” Ele se virou e saiu.
“Finalmente!” Tadase disse enquanto se virava para ver Amu, mas ela permaneceu olhando Ikuto à medida que ele se afastava. “Hinamori-san?” Amu fitou Tadase e parou de chorar. Por que Ikuto sempre fazia ela se sentir dessa forma?
“Tadase-kun...” Amu disse. “ E-Eu falo com você amanhã.” Ela se dirigiu até a porta e entrou. Tadase foi deixado ali, atordoado, deprimido, confuso. Ele não entendia o que acabara de acontecer. Ela apenas foi embora sem nenhuma resposta. Então, ele começou a caminhar para casa.
Estava escuro agora. Amu havia acabado todo o seu trabalho e afazeres de casa. Tadase ligou para ela algumas vezes querendo saber o que aconteceu alguns minutos antes, mas Amu nunca retornou suas ligações. Ela já estava cansada dele fazer isso com ela; ele já estava a aborrecendo demais. Então ela se deitou confortavelmente em sua cama – suas charas já estavam dormindo. Fechou seus olhos e de repente a figura de um neko boy de cabelos azulados apareceu. Ela sentiu-se calma e pensou em como ele sempre a ajudava quando ela precisava, como quando Suu foi sequestrada. Também se lembrou de como ele sempre a animava quando ele fazia algo ruim, como na vez que ele a enganou e a levou no parque de diversões. Ela pensou em cada momento que esteve com ele. Eles sempre dividiram seus pensamentos e dúvidas mais pessoas, e por alguma razão, ela sentia-se confortável conversando com ele. Corou. Ela sempre corava quando ele estava perto dela, e agora também quando pensava nele. Logo, ela abriu os olhos e percebeu uma coisa. Ela tomou um pouco de ar lentamente e levantou-se da cama.
“E-Eu gosto do Ikuto.” Ela estava pasma, mas então pensou. “Não, não é isso.” Ela disse para si mesma. “Eu o amo.”


- Fim do Capítulo -
Então, o que vocês acharam?
Não acho que ficou tão legal esse capítulo a princípio. Fiz o meu melhor para mudar algumas coisas e deixá-lo bem interessante. Espero que vocês tenham gostado. Very Happy
Bem, não se esqueçam dos reviews lol
Até o/


Última edição por Hika-chan em Seg Fev 16, 2009 1:30 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Nakami em Seg Fev 16, 2009 1:24 pm

POSTE MAIS HIKARI"!!ESTÁ SUPER KAWAII!!! X3
avatar
Nakami
DearS
DearS

Feminino
Mensagens : 133
Idade : 20
Localização : E da sua conta?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Seg Fev 16, 2009 1:34 pm

Postado aí em cima o/
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Nakami em Seg Fev 16, 2009 1:57 pm

Apesar de eu ser eternamente fãn de Tadase e Amu,está muito Kawaii a fic,poste mais!!!i.i
avatar
Nakami
DearS
DearS

Feminino
Mensagens : 133
Idade : 20
Localização : E da sua conta?

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Seg Fev 16, 2009 2:02 pm

Mesmo? Dx
Bem, essa é uma fic Amuto como você já deve ter percebido .-.
Mas é realmente interessante *--*
E só para você não desistir de ler, saiba que o Tadase tem um final feliz :B

Capítulo 6 somente na sexta /o/
Aguardem =D
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hina Niichan em Ter Fev 17, 2009 11:47 am

Iei!
Ficou legal e interessante este capítulo, eu gostei! Vou aguardar o próximo capítulo ^^
avatar
Hina Niichan
Medium
Medium

Feminino
Mensagens : 1352
Idade : 23
Localização : Meu quartel general ù-u

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Ter Fev 17, 2009 6:13 pm

Nyaaa *-*~
Muito obrigada pelos seus posts, Hina *-*
Fico feliz por você estar acompanhando =3

Gabi-chan, obrigada também ^-^
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Luna Heartilly em Sex Fev 20, 2009 5:56 pm

Já é sexta =><=
Quero ler mais =>o<=
avatar
Luna Heartilly
Zombie
Zombie

Feminino
Mensagens : 35
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Hikari-chan em Sex Fev 20, 2009 10:12 pm

- Nota da Autora -
Olá gente
Eu estava pensando em colocar um pouco de Kutau aqui neste capítulo, mas mudei de idéia lol
Espero que gostem deste capítulo porque eu adorei fazê-lo.

- Capítulo 6 -
-- Ikuto, eu te amo --


Já era de manhã e o sol brilhava. Era uma quinta-feira e Amu ainda estava na cama. Suas charas estavam tentando acordá-la, mas não conseguiam, até que Dia pegou um copo d'água e SPLASH! Amu levantou-se na hora, sua cabeça ensopada.
“POR QUE VOCÊ FEZ ISSO?!” Ela berrou a plenos pulmões, porém logo viu que horas eram.
“Não há muito tempo, desu.” Su disse e Amu correu para o banheiro, tomou um banho rápido, saiu, e no meio de sua troca de roupa sentiu que alguém estava do lado de fora de sua janela. Se você pensou nele, acertou! “I-Ikuto.” Amu fitou o corpo dele e corou, não percebendo que Ikuto estava a encarando com um sorriso – ela já estava vestida com sua saia, porém sua blusa estava apenas metade abotoada, deixando seu sutiã completamente exposto Ela rapidamente abotoou o resto. Quando Ikuto entrou, ele caminhou direto até Amu.
“O que você está pretendendo?” Ele disse bem perto da orelha dela. Ela corou um pouco e se desvencilhou dele, olhando-o bem nos olhos.
“Nada.” Ela passou por ele, pegou sua mochila e correu para a porta.
“Gostaria que eu a levasse para o colégio? Nós vamos para a mesma escola de qualquer forma.” Ela olhou para trás e o encarou... Levou um minuto para pensar e olhou para o relógio. Só tinha mais 7 minutos.
“Ok, mas não tente nenhuma gracinha, seu pervertido.” Ele sorriu com a resposta dela, pegou-a (estilo recém-casados) e a carregou até a escola em sua chara nari. Enquanto ele a carregava, ela manteve-se corada o caminho todo. Ela olhou para ele e o encarou.
Seus olhos estavam arregalados, olhando para ele sem parar. “Ele é tão sexy... Eu realmente o a-”
“Ikuto, parece que a Amu tem uma queda por você, nya.” Yoru disse do nada, fazendo com que Ikuto pegasse Amu olhando fixamente nele. Rapidamente ela virou sua cabeça e pensou o quão estúpida ela devia estar parecendo. Ikuto logo chegou na escola e a deixou ir. O sinal tocou.
“Oh droga, o sinal acabou de tocar! É melhor nos apressarmos.” Ela começou a correr, mas então se virou para Ikuto.
“Você não está com pressa para ir para a classe?” Ela olhou para ele com uma expressão confusa no rosto.
“Por que? Você quer que eu vá com você? Não me leve a mal apesar de eu-”
“E-Esqueça, seu pervertido.” Ela correu porém logo parou.
“Obrigada, Ikuto. Te devo uma.” Ela finalmente foi embora, deixando-o ali, observando-a correr para a sala. Então ele começou andar.

- Ikuto's POV -

Assim que ela se virou, não pude evitar: senti-me congelado. Aquilo nunca havia acontecido, mas quando a vi se virar com aquele lindo sorriso dela e seus olhos dourados, realmente não pude evitar. “Amu.” Sussurrei para mim mesmo enquanto ela corria para a sala. Cara, estou desesperado para ficar com ela!
“O que será que ela quis dizer com 'Te devo uma'?” De repente pensei em nós dois juntos... Bom, eu sempre penso nisso, então tudo bem. Sorri enquanto me afastava. Porém, logo dei um grande suspiro. “Droga! Esqueci de fazer a maldita lição de matemática!”

- Fim do POV -

Era agora a primeira aula do dia e tudo parecia estar indo muito devagar. Nada de importante aconteceu hoje, com exceção de um bilhete que Amu recebeu da diretoria. Eles disseram que era de uma amiga dela... Quem poderia ser? Dizia assim: Encontre-me no parque depois da escola, por favor Amu. Estava assinado de sua amiga. Que estranho, ela pensou.
A última aula havia começado (bem rápido para um dia lento, hein?) e Amu já estava entediada até o limite. Suspirou. Ela olhou pela janela, enquanto o tempo passava lentamente... LENTAMENTE! Aquilo estava matando-a, parecia que cada minuto era uma hora. Ela apenas ficou sentada ali, brincando com o lápis, sem dar importância ao que a professora estava dizendo. Assim que olhou outra vez pela janela, viu Ikuto. “O que será que ele está fazendo?” Ela sussurrou, mal ouvindo sua professora a chamando “-san!” Ela virou-se rapidamente, deparando-se com a professora bem ao lado dela. “S-Sim, Ma'am?” Ela apenas deu-lhe um olhar penetrante e logo voltou a caminhar pela classe. “Por favor, preste mais atenção ao invés de ficar se distraindo com o que tem lá fora, Hinamori-san.” Amu olhou para a professora, completamente envergonhada, enquanto as outras pessoas começavam a falar. Então, ela olhou para baixo e permaneceu quieta.
Ring!
A aula finalmente havia acabado agora, o que foi um alívio para Amu, que já se dirigia para a porta. Enquanto voltava para casa, lembrou-se do bilhete.
“Humm... Devo ir?” Perguntou para si mesma enquanto caminhava. Parecia meio estranho alguém estar querendo conversar com ela e pedir, através de um bilhete, para que se encontrassem no parque. “Eu vou e olharei em volta. Se não encontrar ninguém que conheço, irei embora.”
Quando ela chegou, não viu ninguém. Eram cinco horas agora e ainda estava ensolarado. “Será que aquela pessoa ainda está aqui?” Ela pensou, olhando em volta. Então, ela desistiu e resolveu ir embora.
“O que você está fazendo aqui?” Ela se virou e viu Ikuto em cima de uma árvore. Ela o encarou enquanto ele pulava para o chão. “Bem?” Ele ficou ali parado, esperando por uma resposta.
“I-Isso não é da sua conta!” Ela deu meia volta, mas isso apenas o fez sorrir, pois via o quanto ela era infantil. Ele a segurou gentilmente pelo braço e a virou para ele, fazendo com que ficassem cara a cara. Assim que ela olhou para os olhos azuis safira dele, ela não pôde resistir, e se entregou a seja lá o que fosse acontecer. Ele mesmo não conseguia resistir a ela, por isso foi descendo para beijá-la... Até que...
“Hey, o que vocês dois estão fazendo?” Era Utau. Ela veio do nada. Será que era ela quem mandou o bilhete para Amu?
“Utau?!” Amu disse, surpresa.
“Utau...” Ikuto disse com raiva, recompondo-se e olhando para ela. “O que você faz aqui, Utau?”
“Bem, eu vim ver Amu, é claro.” Ela acrescentou. “Então Ikuto, você poderia nos deixar sozinhas por alguns minutos? Obrigada.” Ela disse isso tão depressa, que Ikuto não teve tempo de contestar, deixando-o mais bravo ainda.
“Hum, Utau-” Amu começou, mas foi interrompida.
“Quem você pensa que é, Utau?! Agindo como se eu e Amu não estivéssemos fazendo nada de importante!” Ele disse a ela num tom calmo, porém zangado.
“Até parece que vocês dois iam...” Ela parou e olhou para Amu. “Vocês iam se... beijar?” Amu corou bruscamente.
“N-” Ikuto a interrompeu de novo.
“Para a sua informação, sim!” Amu corou ainda mais, enquanto Utau começou a rir e Ikuto a olhou sério.
“Então vocês dois são um casal agora?” Nem Ikuto nem Amu responderam. Ikuto apenas voltou a olhar para Amu e sorriu ao vê-la tão corada. Amu ainda estava chocada com o que Utau dissera. “Querem saber, vou deixá-los sozinhos. Amu, eu te vejo amanhã então, ok?” Utau se virou e foi embora.
“T-Tá...” Agora eram apenas Amu e Ikuto, sozinhos no parque. Ele virou seu corpo lentamente para ela, chegando mais e mais perto.
“Então, onde paramos?” Ele perguntou enquanto descia para um beijo, porém Amu recuou.
“Sabe, você não é o único que tem uma explicação para tudo.” Ela disse, ainda corada.
“O que? Eu não ia te beijar? Porque essa foi a única coisa que eu disse que iríamos fazer, Amu.” Ele mantinha aquele sorriso provocante dele.
“M-Mas por quê?” Ela o encarou enquanto ele voltava a se aproximar dela.
“Bem, você me ama, não ama?” Amu já sabia que a resposta era sim, mas ela apenas se sentou em um banco, olhando para um ponto qualquer, sem responder. “Amu...” Ikuto repetiu. Nada. “Amu, por favor, responda...” Ela não disse uma palavra, apenas encarava o chão. Ele suspirou. Olhou tristemente para baixo e disse. “Adeus, Amu.” Ele andou para longe, deixando Amu sozinha sentada no banco.

- Amu's POV -

“Bem, você me ama, não ama?” Aquela frase. Repetia-se mais e mais na minha cabeça enquanto eu continuava sentada no banco. Eu já sabia qual era a resposta, mas não conseguia dizê-la. “Eu te amo Ikuto.” eram palavras muito difíceis de dizer... Mais difíceis do que eu imaginava. Uma coisa é saber que você ama uma pessoa, mas ter esses sentimentos correspondidos é outra coisa. Eu não quero me machucar como todas aquelas garotas com corações partidos, mas ele sempre esteve comigo em cada momento de desespero que eu tive e... se isso não prova que ele me ama, então eu não sei o que prova! Porém, eu ainda não conseguia... Eu não podia dizer isso! Ah, quer saber? Eu vou dizer para ele! Agora estava escuro. Não percebi que ficara ali por tanto tempo.

- Final do POV -

Ela olhou para o lado e viu suas charas dormindo depois de brincarem tanto no parquinho. Eram agora 19:30. “Eu tenho que ir para casa... mas primeiro...” Ela pegou as garotas e as colocou em seus ovos. Começou a correr, olhando em volta. “Ikuto! Onde você está? Eu preciso te dizer uma coisa, por favor!” Ela corria, sem perceber para onde estava indo. Estava muito escuro. Eram agora 20:00. Ela esteve procurando por Ikuto todo esse tempo e nada. Parou em um beco, lágrimas caindo de seu rosto. Não podia acreditar que deixou ele ir embora daquele jeito. Sentia-se arrasada enquanto caminhava para casa, as lágrimas não paravam de cair. Não tinha ninguém em volta, nenhum som. “Onde eu estou?” Ela não sabia em que lugar estava, não conseguia ver nada. “O-Olá... Tem alguém aí?” Continuou dizendo isso à medida que andava, até que viu de repente duas luzes brilhantes indo até ela. Elas se aproximaram mais e mais bem rápido. “Olá?” Logo, ela percebeu que era um carro. O carro ocupava aquela ruazinha toda, não deixando nenhum lugar seguro para ir. Faltava apenas alguns segundos antes do carro atingi-la. Ela rapidamente virou-se, aterrorizada, pensando no que iria acontecer. Chorava de desespero. “Alguém me ajude, por favor...” Todos os seus pensamentos vieram de uma vez. Minha família, meus amigos, Ikuto... O que irá acontecer com eles? Vão me achar? Eu irei para o céu? Esses pensamentos consumiram sua mente, deixando escapar aquilo que ela queria dizer “Me perdoe, Ikuto... Eu te amo.”

-- Fim do Capítulo --
Entããããão
Como foi? Digam-me o que acharam, ok?! lol
Eu queria fazer algo assim faz tanto tempo haha
E se você está pensando que Ikuto será aquele que irá salvá-la... bem... talvez seja... ou então... lol Já basta, não irei dizer mais nada!
Não se esqueçam do review Very Happy lol
Bye
avatar
Hikari-chan
Guardian
Guardian

Feminino
Mensagens : 669
Idade : 25

Ver perfil do usuário http://fanfiction.nyah.com.br/hika-chan_16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fanfic] Shugo Chara: in High School

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum